Mendoza

Mendoza – Onde ficar, quando ir e muito mais!

Mendoza é uma cidade na Argentina que chama muita atenção pelas vinícolas, gastronomia local e beleza exuberante.

O clima é sempre ameno, sendo muito convidativo principalmente no inverno, quando o frio casa muito bem com um bom vinho da cidade.

Hoje, trouxemos dicas para seu roteiro completo, além das melhores vinícolas que pode encontrar na cidade.

Portanto, caso queira saber mais sobre Mendoza na Argentina, acompanhe-nos até o final de nosso conteúdo e deixe um comentário caso possuir alguma dúvida.

Vamos lá, leia conosco!

Dicas sobre Mendoza na Argentina

Dicas Sobre Mendoza Na Argentina
Dicas sobre Mendoza na Argentina

Conforme mencionamos, hoje é dia de escrever um pouco mais sobre Mendoza, com dicas para sua viagem.

Desde quantos dias de roteiro você deve escolher, até mesmo em quais locais ir quando estiver por lá.

Portanto, leia conosco:

Mendoza: quantos dias de roteiro?

Mendoza   Quantos Dias De Roteiro
Mendoza: quantos dias de roteiro?

Quando nos preparamos para uma viagem precisamos montar um roteiro completo, afinal, queremos aproveitar todos os momentos.

A viagem mais curta que recomendamos é que vá até Mendoza e fique pelo menos 5 dias, ou perto de fechar uma semana.

Dessa forma, consegue aproveitar tudo que a cidade tem a oferecer sem deixar nada para trás.

Leia nossas dicas com pequenos roteiros separados por tempo de viagem em Mendoza:

5 dias

No roteiro de 5 dias (4 noites), conforme mencionamos dá pra aproveitar bastante tudo que a cidade argentina tem para oferecer.

Pelo menos um dia você deve reservar pra poder aproveitar a excursão para a Alta Montanha.

Já nos outros dias você deve separar pra fazer a degustação de vinhos, escolhendo alguma entre as regiões de vinícolas principais da cidade.

  • dia 1: chegada;
  • dia 2: excursão de Alta Montanha;
  • dia 3: vinícolas em Luján de Cuyo ou Maipú;
  • dia 4: vinícolas no Valle de Uco;
  • dia 5: partida.

6 dias

Mas, caso queira aproveitar um pouco mais, então você pode conhecer as três diferentes regiões de vinícolas de Mendoza, e logo após aproveitar a excursão da Alta Montanha.

Também é possível trocar alguma das degustações para fazer atividades ao ar livre na cidade argentina.

  • dia 1: chegada;
  • dia 2: excursão de Alta Montanha;
  • dia 3: vinícolas em Luján de Cuyo;
  • dia 4: vinícolas em Maipú;
  • dia 5: vinícolas no Valle de Uco;
  • dia 6: partida.

Quando devemos ir a Mendoza?

Quando Devemos Ir A Mendoza
Quando devemos ir a Mendoza?

Mas afinal, qual é o melhor período do ano pra viajarmos até Mendoza e podermos aproveitar tudo que a cidade têm para oferecer?

É bom nos programarmos, afinal, ir em um período de chuvas pode acabar atrapalhando toda a sua viagem, seja sozinho, entre amigos, em casal ou então em família.

Verão

Ir até Mendoza no verão pode ser uma experiência incrível, isso porque está na época de colheita, então quando vopê visitar as vinícolas é possível comer a uva do pé.

Tente ir mais pelo final da estação, quando estiver menos quente e se hospede em algum hotel com piscina privativa ou grande, pra deixar seu dia mais fresco.

No final de fevereiro começa a colheita das uvas brancas, e em meados de março chega a vez das uvas tintas. É uma época animada em Mendoza, com as vinícolas trabalhando a todo vapor. (Mas evite primeiro sábado de março, quando Festa da Vindima — um evento folclórico — superlota a cidade.)

Inverno

Mas, caso você realmente busca aproveitar todo a riqueza que Mendoza pode lhe oferecer, então busque ir no inverno para degustar o vinho local no friozinho, entre julho e setembro, principalmente agosto.

As temperaturas mínimas chegam perto de 0°C nos meses mais frios do ano, com médias em torno de 10°C. A melhor oportunidade da estação é combinar vinhos com esqui, com alguns dias de hospedagem na estação de Las Leñas, a 370km do centro de Mendoza.

Outono e primavera

Aposte no outono (entre meados de março e meados de junho) e no início da primavera (fim de setembro a meados de novembro) para combinar temperaturas agradáveis com preços melhores de hospedagem, e vagas menos disputadas nas degustações.

Onde ficar em Mendoza?

Onde Ficar Em Mendoza
Onde ficar em Mendoza?

Mas, e onde ficar em Mendoza? Qual é o melhor hotel da região para ficarmos hospedados durante o tempo que ficarmos de viagem?

Infelizmente, caso quiser uma imagem dos vinhedos e pouco barulho terá que ficar longe do centro de Mendoza, isso porque a mesma é metropolitana, então tem muito barulho.

Mas o centro de Mendoza também tem seu charme: as praças e o Parque General San Martín. Use a Plaza Independencia como referência de boa localização. Nos hotéis do entorno você estará a uma pequena caminhada de distância das casas de câmbio, restaurantes, agências de passeios e lojas de vinho, sempre por vias cheias de árvores.

A hotelaria não é o forte de Mendoza. A maioria dos hotéis fica aquém das expectativas no quesito charme. A melhor dica ao procurar onde se hospedar em Mendoza é: não descarte os hotéis cinco estrelas.

Aliás: comece a sua busca de hospedagem por eles. As tarifas costumam ser bem razoáveis. Em baixa temporada, você paga o mesmo num cinco estrelas em Mendoza do que num hotel executivo em São Paulo.

E então, o que achou de conhecer melhor sobre Mendoza com nossas dicas especiais? Ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Translate »