O que fazer em Copenhagen? (Parte 2)

O Que Fazer Em Copenhagen
Europa, Geral,

O que fazer em Copenhagen? (Parte 2)

Um dos grandes charmes da cidade de Copenhagen, capital da Dinamarca, é a sua grande variedade de castelos e construções palaciais! Portanto, para aqueles encantados pelos estilos clássicos e medievais de palacetes, a cidade é um prato cheio para visitação! Se você é um desses entusiastas, siga aqui a segunda parte das dicas de viagem para a cidade. Vamos listar aqui as principais construções para que você possa organizar o seu roteiro de viagens!

Os castelos e Palácios

Como você já deve saber, um dos grandes charmes da cidade de Copenhagen é a sua grande variedade de castelos e construções palaciais! Pela importância destas construções para a cultura dinamarquesa, o turismo é muito bem aproveitado e as construções são preservadas a fim de oferecer experiências inesquecíveis aos turistas nacionais ou estrangeiros.

1. Castelo Rosenborg

Este é um pequeno castelo cuja construção foi iniciada em 1606 e portanto, tem mais de 400 anos de história! Como foi projetado para ser um castelo de veraneio, não possui grandes dimensões mas é um ótimo ponto turístico pois está localizado próximo a outros pontos turísticos importantes. Dentre eles podemos citar: o Jardim do Rei de Conhepagen e a Igreja de Mármore de Copenhagen. Até 1710 o castelo foi residência da realeza dinamarquesa e por isso, abriga boa parte da história do país. Hoje, o principal atrativo, além da construção, sua arquitetura e seus jardins, são as jóias da coroa! O castelo abriga as jóias da coroa dinamarquesa em um grande acervo que chama a atenção e estão expostas no porão.

Como foi construído para apresentar um estilo destacado das demais construções da época renascentista, o castelo ainda apresenta um estilo renascentista holandês

Este é um destino que está incluso no Copenhagen Card! Assim, basta apresentá-lo junto à bilheteria para adentrar na construção.

Endereço: Øster Voldgade 4ª, no Jardim do Rei.

Valor da visita guiada: €30 (R$193,40)

2. Palácio de Christiansborg

Para quem deseja saber mais sobre a história e a política atuais do país, a dica é não deixar de visitar o Palácio Christiansborg! A construção é a sede dos três poderes: é a sede do Parlamento dinamarquês, do Gabinete do Primeiro Ministro dinamarquês e do Supremo Tribunal da Dinamarca. Desde 1894 o palácio é a sede do Parlamento dinamarquês e, até 1794 foi a residência dos monarcas. A mudança da sede ocorreu pois a construção possui também um histórico de incêndios, os maiores e mais importantes ocorreram em 1794 e 1884. Por essa razão também, o palácio possui uma mistura de estilos arquitetônicos: barroco, neoclássico e neo-barroco.

A construção possui diversos ambientes que valem a pena percorrer, dentre eles destacamos: os Salões Reais, a Cozinha Real, as Ruínas, a Torre, a Capela do Palácio, o Museu do Teatro, o Estábulo Real e o ambiente de negociações do Parlamento. Como se pode observar, a construção é grande então portanto, dedique tempo para conhecer a construção!

Visita guiada: €30 (R$193,40) (Para a visitação apenas ao espaço do parlamento, a entrada é gratuita)

Endereço: Prins Jørgens Gård 1, 1218 Copenhagen, Dinamarca

3. Palácio de Amalienborg 

Seguindo para mais um palácio com uma história atual e contemporânea, o Palácio de Amalienborg é hoje, a sede da família real dinamarquesa. O palácio possui um estilo rococó e contempla quatro edifícios com espaços independentes que formam o conjunto de todo o Palácio Amalienborg. Os quatro edíficios são:

  • Palácio de Christian IX
  • Palácio de Frederick VII
  • Palácio de Christian VII
  • Palácio de Frederick VIII

Entretanto, cabe destacar que dentre os edifícios que contemplam todo o palácio, apenas o Palácio Christian VIII é o único aberto ao público. E nele, está também incluso o Museu Amalienborg. Outra dica, é participar das Trocas da Guarda Real, diariamente sempre às 11h30. É um verdadeiro espetáculo e quando a rainha está presente no plácio, a troca ocorre acompanhada com a orquestra real. Para saber se a rainha está presente, basta observar se no Palácio de Christian IX a bandeira da Dinamarca está hasteada.

Localização: Christian VIII’s Palae.

Visita guiada: €30 (R$193,40)

4. Kastellet

Apesar de ser um destino um pouco menos conhecido, o Kastellet é uma cidadela com uma forticiação muito bem conservada e que pouco aparece nos destinos turísticos destacados para a cidade de Copenhagen. Esta é uma das fortificações mais bem preservadas da Europa e, por estar rodeada de água, apresenta um charme expressivo. O Kastellet está junto ao Canal de Oresund e à beira do oceano e apresenta uma entrada sul pela cidade e uma outra entrada ao norte.

A construção apresenta ainda um memorial das expedições internacionais realizadas pela Dinamarca na Segunda Guerra Mundial. Além disso, está próximo à estátua da Pequena Sereia. Não sabe do que se trata a estátua? Então, por último mas não menos imporante: Se você ainda não conferiu a Parte 1 com outras dicas de viagem e de destinos turísticos para a cidade de Copenhagen então não deixe de acessar o link:

Translate »