Villa La Angostura: O paraíso dos sete lagos.

Villa La Angostura Capa
America do Sul, Ecoturismo, Geral,

Villa La Angostura: O paraíso dos sete lagos.

Villa la Angostura é uma cidade localizada na Patagônia, rodeada de lagos, rios, florestas e montanhas. É considerada uma das mais belas cidades do país, ganhando o apelido de jardim da Argentina.

Veja agora os nove lugares para conhecer a cultura em Villa La Angostura.

Pirmeira parada: O local número um para se conhecer é o Rio Correntoso. Saindo de Villa la Angostura, em direção a San Martín de Los Andes, é o rio com 200 m de extensão, sendo considerado o rio mais curto do mundo. Esse rio desemboca no lago Nahuel huapi.

Em um caminho de algumas horas, antes da ponte à esquerda, descendo, é possível localizar o rio com suas águas verde azuladas, com a imponente corrente ao fundo.

O mirante de Quetrihue

O passeio número dois é tão bom quanto o primeiro. O mirante de Quetrihue . Este mirante, localizado na península, que é vizinha próxima a Villa la Angostura, carrega o nome que dá a identificação de toda a vila.

É possível observar uma estreita faixa de terra, que é a famosa “Angostura”, que dá o nome a cidade.

Villa La Angostura Mirante De Quetrihue
Villa La Angostura Mirante De Quetrihue

A Patagônia está repleta de pequenos tesouros escondidos, sendo um deles esta cachoeira: Ñivinco. O lindo caminho que é percorrido para desfrutar de uma caminhada em família ideal para uma parada na rota dos sete lagos.

O Cerro Bayo é umas das montanhas das cordilheiras de los Andes, localizada à 1782 m acima do nível do mar.

Se propõe viver a montanha em todos os sentidos, com excelentes serviços que incluem pistas de esqui, experiências gastronômicas e explorações de paisagens incríveis.

No verão torna-se um clube de montanha que oferece atividades como trekking e mountain bike.

O Parque Nacional Los Arrayanes

O Parque Nacional Los Arrayanes, apresenta uma floresta que exibe exemplares de árvores de até 25 m de altura e apresentam ter em média entre 160 e 250 anos, com exemplares que chegam a até 600 anos. O que caracteriza este arbusto é sua cor canela, sua maciez e temperatura fria.

Parque Nacional Los Arrayanes
Parque Nacional Los Arrayanes

Os caminhos para chegar até lá são: Por lago ou por terra. Uma boa opção, para aproveitar ambas as experiências, é ir pela água e depois voltar com meu caminho a pé ou de bicicleta.

A rota dos sete lagos. À estrada que conecta Villa la Angostura com a cidade de San Martín de los Andes, é chamada a estrada dos 7 lagos. Tem uma distância de 110 km entre os dois pontos e este é um trecho da famosa rota nacional 40.

É um caminho sinuoso de montanhas, que passa por densas florestas de espécies nativas, tornando-se um atrativo à parte.

O mirante do Belvedere, é uma atração localizado a uma curta distância de Villa la Angostura, em terras Mapuche. Está em um caminho que começa no bairro de Epulafquen.

Você terá uma excelente vista panorâmica do braço norte do Lago Nahuel Huapi e o rio Correntoso. Pode-se ver a cordilheira, que marca o limite com o número o Chile.

Baías de La Mansa e La Brava

Ambas as baías, possuem praias de areia, paradores, espaços para relaxar e passar o dia. Enquanto a baía Brava está exposta ao vento, sem a proteção da península, a baía Mansa, é como seu nome indica, mais calma.

Villa_La_Angostura_ _Centro
Centro Villa La Angostura

A última atração, e considerada sem dúvidas, a mais linda é a cachoeira Santa Ana e Dora. É uma das excursões mais bonitas da cidade. Pode ser alcançada pela rota internacional para o Chile, tendo uma duração total de aproximadamente 6 horas.

Se percorre trilhas, que cruzam diferentes tipos de floresta até chegar às imponentes cachoeiras. Imersas em uma paisagem de rochas vulcânicas, a cachoeira de Santa Ana tem uma queda de cerca de 50 m.

Sua estranha formação rochosa é a consequência do resfriamento da lava vulcânica em contato com a vegetação, fazendo com que a conformação geológica do telhado da cachoeira e seus arredores seja de tirar o fôlego.